quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Pesquisadores registram 250 aparições extraterrestres no Ceará

 

O período do ano em que os objetos não identificados aparecem com mais frequência, são entre os meses de junho e dezembro, quando a região está mais aquecida

Por Camila Cabral às 15:25 de 09/01/2013 no site Jangadeiro Online.


  Há 14 anos, o Centro Sobralense de Pesquisa Ufológica (CSPU) estuda casos e ocorrências de aparecimento de objetos voadores não identificados – chamados de óvnis (ou Óvnis) -, e extraterrestres na Região Norte do Ceará. Durante este tempo de pesquisa, já foram registradas 250 aparições. O centro foi fundado por amigos que tem o interesse pela Ufologia – o estudo de relatos, registros visuais, evidências físicas e demais fenômenos relacionados aos objetos voadores não identificados – e hoje conta com a colaboração de 30 membros. Com o auxílio de aparelhos medidores de frequência, pressão estática, campo magnético e radiação, o grupo se reúne uma vez por mês para discutir assuntos relacionados à Ufologia. Jacinto explica que toda a pesquisa é realizada em cima de metodologia científica. “Quando aparecem casos específico de aparição de óvnis, fazemos plantão e vamos à campo estudar de perto o fenômeno”, informou. O ufólogo também disse que o CSPU mantém contato com outros grupos de ufologia. “Trocamos material e informações. O objetivo é desvendar casos e registrar a existência desses seres”, completou. Aparições de extraterrestres e óvnis De acordo com Jacinto, não há um lugar específico para as aparições. “Eles aparecem em todos os lugares do planeta terra. Eles são quem determinam os lugares dos encontros com os seres humanos. Somos apenas a parte passiva deste processo”. Ele explica que no Ceará, além de Sobral, há muitas ocorrências registradas em Quixadá, Quixeramobim, Serra da Meruoca e em outras regiões. Entre os casos que mais chamaram a atenção e mobilizaram os estudiosos e curiosos sobre o assunto, Jacinto citou o que aconteceu 1998, no município de Tianguá. “Na época dois jovens tiveram um encontro com um objeto branco, sem identificação. Após esse acontecimento os membros do CSPU estudaram o comportamento dos jovens e perceberam que eles ficaram com os cabelos queimados, passaram a beber muita água e não conseguiram mais dormir”. Jacinto explicou que são comportamentos comuns de quem passa por esta experiência com óvnis. O caso gerou grande comoção na cidade. Também em Sobral, houve uma aparição de um grande objeto voador vista por uma guarda municipal da região. “Na ocasião as viaturas, os rádios e as sirenes pararam de funcionar. “Ninguém saiu com sequelas, mas todos ficaram bastante amedrontados”, disse. Manifestação extraterrestre Segundo o presidente da CSPU, os anos em que ocorreram as maiores incidências foram em 2000, 2007 e 2008. “No ano passado não houve aparições em Sobral, mas foram registrados casos na Serra de Baturité”. O ufólogo explica que o período do ano em que os objetos voadores e até ETs aparecem com mais frequência, são entre os meses de junho e dezembro, quando a região está mais aquecida. “A incidência maior é em períodos de calor forte, pois a alta temperatura torna vulnerável o aparecimento”, contou. O presidente da CSPU acredita que os extraterrestres fazem acompanhamento permanente do que acontece aqui na Terra e que os seres extraterrestres vem na terra para estudar os habitantes do planeta terra. “Assim como fazemos com os animais, eles também fazem com a gente. Eles não nos pedem permissão para nada e nem avisam quando querem entrar em contato”, finalizou. ETs: ‘seres evoluídos’ Jacinto disse também que “os ETs são seres evoluídos tecnologicamente, e que vem aqui para nos estudar. Acredito que eles vivam em outro ambiente, diferente do nosso mas tem algumas de raças que moram aqui na terra. Essas raças são diferenciadas pelas características do corpo, como braços e olhos grandes, cor do corpo e etc”, finalizou. Abdução em Fortaleza? Sobre abduções, Jacinto afirma que não existem casos na Região Norte do Estado, mas que na década de 80 algumas pessoas desapareceram misteriosamente em Fortaleza, e há indícios de que foram abduções feitas por extraterrestres.




Em Tempo: Estas Informações foram dadas à repórter Camila Cabral em 08/01 por telefone e alguns dados precisam serem corrigidos. Por exemplo: a) - 250 casos de aparecimento de Óvnis, é um número aproximado de avistamentos pesquisados pelo CSPU só em Sobral e municípios vizinhos. b) – O caso dos dois jovens em Tianguá que aconteceu em 1998 e os jovens ficaram com problemas de insônia por uma semana. c) - Anos de maior incidência de avistamentos: 1997, 1999, 2008 e 2010.
Jacinto Pereira


















Nenhum comentário:

Postar um comentário